16mar

Wallpaper inspirado em A Bela e a Fera

Olááá, tudo bem com vocês? 

Sabe quando você está tão ansiosa para alguma coisa, mas tão ansiosa, mas tão tão tããão ansiosa e quando essa coisa finalmente está para acontecer algo sai fora do planejado e você tem que esperar ainda mais? Prazer, essa sou eu esperando pela estréia do filme The Beauty and the Beast :/

Confesso que minha princesa favorita sempre foi a Cinderela; não sei porque nunca fui muito encantada pela Bela… talvez por que ela já fosse a favorita de todo mundo e eu sempre fui o tipo de pessoa que gosta de coisas mais estranhas (haha…). Entretanto devo confessar que desde que eu soube que a Hermione Emma Watson, rainha do universo e de todas as galáxias, seria a atriz principal da adaptação, eu simplesmente não tenho mais conseguido dormir nem comer… ok, mentira (óbvio), porém tenho desejado desesperadamente a chegada do grande dia da estréia… e quando esse dia enfim chega descubro que terei prova na faculdade. E que na sexta, sábado e domingo subsequentes a estréia eu e o marido estaremos em uma chácara a convite de um casal de amigos nossos, e por isso, obviamente não conseguirei ir ao cinema… que diga-se de passagem fica em outra cidade (na cidade onde moro não tem cinema…).

Portanto para mim a estréia de The Beauty and Beast ficará somente para semana que vem… (snif)

E para aumentar ainda mais essa ansiedade resolvi montar alguns wallpapers inspirados no filme, espero que gostem! Se pegarem algum lembrem-se de me contar nos comentários okay? :)

Opção 1

Bela3

Opção 2

Bela2

Opção 3

Bela1

Gueeenta coração!

Espero que tenham gostado, uma ótima estréia para todos que forem ao cinema amanhã…

Ps: Me desejem uma boa prova, afinal, depois dessa eu mereço vai! Haha…

Muito obrigada por sempre me acompanharem por aqui, lembrem-se de passar lá no canal pois tá rolando vídeo novo por lá okay. Fiquem com Deus e até loguinho!

E fim!

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

08jul

Dica de filme: Cinderela

DicaDeFilmeCapa

Olá meninas, tudo bem com vocês?

Yaaaayyyy, quem aí reparou que mudei a capinha sobre “dicas de filmes”? Eu até que gostava da outra, porém, como ela não estava combinando muito com o universo filmes, achei que seria melhor criar um nova que se encaixasse melhor ao tema.

Minha indicação de filmes hoje vai para uma das novas adaptações mais lindas que já vi na minha vida; Cinderela!

Sei que no geral a maioria das pessoas acabam gostando mais da princesa Bela (de A Bela e a Fera)… e eu nunca entendi muito bem o porque; porém já vou dizendo que minha princesa favorita sempre foi a Cinderela (e não tem bolhufas de Elsa nem de Frozen que tire esse lugar haha). Nem eu mesma sei dizer muito bem o motivo pelo qual a Cinderela sempre foi minha favorita, acho que me identificava com ela por conta de ela também ter cabelos loiros e olhos azuis assim como eu. Mentira, não tenho olhos azuis =P Mas enfim, assim que descobri que o filme da Cinderela seria lançado em versão “pessoas de carne e osso” fiquei suuuper empolgada para assistir! Infelizmente não deu para eu ver no cinema, mas finalmente eu consegui assistir e já adianto que amei, amei e amei! <3

Aqui vai a sinopse do filme que encontrei no site Adoro Cinema:

Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia e Drisella. A jovem ganha o apelido de Cinderela e é obrigada a trabalhar como empregada na sua própria casa, mas continua otimista com a vida. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora, será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino…

Segue também o trailer:

O filme é encantador e foi todo muito bem produzido; os atores muito bem escolhidos estavam super em sintonia uns com os outros! É quase difícil não acreditar que o Robb Stark… ops, quer dizer o ator Richard Madden (que interpreta o príncipe Kit) não está tendo um romance na vida real com a atriz Lily James, intérprete da Cinderela, porque eles realmente tiveram um sintonia incrível nas cenas! 

DicaDeFilmeCinderela2

Outra coisa que achei muito interessante nesse filme foi o fato de eles terem dado o papel principal para uma atriz nova e quase desconhecida para o público geral. Achei muito legal essa abertura da Disney em relação aos novos talentos e confesso que fiquei surpresa com o quanto gostei da atriz e da proposta dessa adaptação como um todo. Assim que acabei de assistir ao filme quase saí dançando pela casa me sentindo uma camponesa ou coisa do tipo haha

DicaDeFilmeCinderela1 DicaDeFilmeCinderela3

Esse filme já entrou para minha listinha de queridinhos do momento e mal posso esperar para estar com meu próprio DVD dele nas mãos para assisti-lo pelo menos mais umas 357 vezes.

E por hoje é só! Se você ainda não assistiu a esse filme e gosta de romances assim como eu, com certeza essa é uma ótima escolha para o final de semana! E se você aí que já assistiu não deixe de me contar aqui nos comentários se você gostou desse filme, vou amar saber! <3

Muito obrigada por sempre me acompanharem por aqui e até loguinho!

E fim!

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

30jan

Resenha do livro: “O livro das princesas”

ResenhasCapaNova

Olá meninas, tudo bem com vocês?

Yayyy, o post de hoje será a resenha do segundo livro que li em 2015! =D (ainda não fiz a resenha do primeiro livro que li nesse ano). O livro se chama “O livro das princesas”, e foi publicado pela editora Galera.

OLivroDasPrincesas7

Sempre que o ano recomeça fico super empolgada para ler mais e mais. É uma pena que não dê para fazer isso tipo… o dia todo haha

De qualquer forma, estou aproveitando o comecinho do ano para colocar um pouquinho da leitura em dia. Esse livro por exemplo, consegui ler em 3 dias, uma parte em uma praia, outra parte em outra, e outra em outra praia diferente haha #saudadespraia #voltaférias

OLivroDasPrincesas1

Optei por essa leitura pois esse não é uma livro comum, que narra uma história “corrida”, mas sim um livro com vários contos independentes que retratam versões atuais para os já conhecidos contos de fadas. Nesse livro encontramos contos das autoras, Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barbosa.

Acredito que esse tipo de livro tem uma grande vantagem e uma grande desvantagem; a desvantagem é que por conta de os contos precisarem ser curtos, não é possível que o leitor estabeleça uma conexão muito profunda com os personagens, já que nos contos não há tempo suficiente para isso. E na verdade, esse nem seria o foco dos contos. Já com relação a vantagem, acredito que essa seja uma ótima maneira para se conhecer novos e diferentes autores. O livro em questão por exemplo, reúne contos de quatro autoras diferentes, duas das quais nunca havia ouvido falar e acabei conhecendo um pouquinho. Por isso, vez ou outra, gosto de mesclar alguns livros nesse estilo à minha leitura.

Bom, com relação ao livro vou contar resumidamente do que se trata cada história okay =)

OLivroDasPrincesas3

A modelo e o monstro, escrito por Meg Cabot

O conto conta uma nova versão para a história da Bela e a Fera. Nesse conto Belle, uma jovem modelo de sucesso com uma bela história de superação, acaba indo parar em um cruzeiro com o pai, a madrasta e Penny, a filha de sua madrasta. Nessa viagem Belle acaba conhecendo Adam, um cara sombrio e misterioso pelo qual ela se sente completamente atraída.

Minha opinião: {se não deseja spoilers não leia}

Sei que um conto deve ser escrito de forma rápida e objetiva, porém, para mim, nesse conto tudo passou rápido demais. Num momento Belle estava apenas conhecendo Adam pela primeira vez, e, de repente, os dois já estão aos beijos se chamando de “namorados”. Além disso, também achei que aconteceram algumas situações meio que absurdas durante a história, o que acaba tornado o conto um pouco maluco demais, como por exemplo: que pai normal, dito carinhoso, ficaria sem procurar a filha adolescente famosa por três dias em uma viagem em família?! Okay, essa é uma viagem de lua de mel mais moderna digamos assim, porém, não deixa de ser uma viagem em família… Sei lá, meu pai não ficaria sem me procurar realmente por todo esse tempo, e olha que não sou uma super pop star famosa, não estou viajando em uma cruzeiro com minha família, e já não sou mais uma adolescente haha. Para mim, algumas peças específicas desse conto acabaram não se encaixando muito bem na história como um todo, e isso acabou fazendo com que ela ficasse um pouco irreal, e por conta disso, acabei não gostando taaanto desse conto. Essa é só minha opinião okay, então não fiquem zangadas!

OLivroDasPrincesas5

Princesa Pop, escrito por Paula Pimenta

O segundo conto do livro conta a nova versão para a história da Cinderella. A personagem principal do conto chamada Cintia tinha uma vida estável e perfeita: uma família comum e carinhosa, uma boa estabilidade financeira, uma casa confortável… até que tudo se desmorona de repente.

Minha opinião: {se não deseja spoilers não leia}

Para mim, esse é um dos contos mais reais do livro todo. Tudo o que acontece durante a história são coisas corriqueiras que podem acontecer na vida de qualquer um, e, por conta disso, a história acabou me conquistando bem mais. Okay, é meio fantasiosa essa história de ter um caso de amor com um super astro da música queridinho por todas as adolescentes… mas até que ainda dá para entender. Com isso não quero dizer que os outros contos do livro são fantasiosos; nesse livro há apenas um conto que mistura realidade com fantasia, porém, o que estou tentando dizer, é que esse foi um dos contos que mais conseguiu equilibrar o tempo na medida certa para tornar a história mais real, interessante e convincente. Pelo menos para mim foi assim que aconteceu né… E por falar em história convincente, que raiva fiquei dessa madrasta imbecil, como alguém pode ser assim tão má?!

OLivroDasPrincesas4

A eclipse do unicórnio, escrito por Lauren Kate

O conto é uma adaptação da já conhecida história da Bela Adormecida. Para mim, esse é o conto mais fantasioso de todo o livro. Nesse conto Percy, um jovem adolescente deprimido por conta de seu recente término de relacionamento com Amber (ela terminara o relacionamento), está contrariamente a caminho de uma viagem para a França que, para muitos, seria considerada como a viagem dos sonhos; porém não para Percy, já que para ele, essa deveria ser uma viagem acompanhada por sua ainda amada ex-namorada Amber. O que Percy não imaginava é que essa viagem acabaria sendo muito mais maluca e maravilhosa do que ele poderia imaginar.

Minha opinião: {se não deseja spoilers não leia}

Para mim, nesse conto, a autora tentou fazer um adaptação que, talvez pela falta de tempo (como comentei com vocês um conto é uma história contada de forma mais breve) para um desenvolvimento mais profundo, acabou não dando tão certo (essa é só a minha opinião tá bom). Houve nesse conto específico, uma mistura entre realidade e fantasia que não conseguiu me cativar; e isso ocorreu principalmente por conta do personagem principal, com o qual não consegui me identificar. Aliás, esse personagem foi uma das coisas que mais me incomodou na história toda, afinal, por mais triste e deprimida que uma pessoa esteja após um término de relacionamento, quem em sã consciência não gostaria de fazer uma viagem a passeio para a França?! Afinal ninguém que ele amava morreu ou coisa desse tipo; foi apenas um término de relacionamento oras. A imagem que Percy me passou foi a de um garoto mimado, sem personalidade e sem auto estima alguma, e, por isso, acabei não gostando do conto logo no comecinho.

OLivroDasPrincesas6

Do alto da torre, escrito por Patrícia Barboza

 Esse conto é uma adaptação da história da Rapunzel; e, para mim, esse foi, juntamente com o conto da Paula Pimenta, um dos melhores contos do livro. O conto em questão conta a história de Camila, uma garota órfã que mora com sua tia super-protetora, e faz vídeos para a internet na companhia de seu melhor amigo Pedro, disfarçada como um pseudônimo criado por ela chamado Mila Tower.

Minha opinião: {se não deseja spoilers não leia}

Dentre os quatro contos do livro, esse foi o que mais gostei (seguido pelo conto escrito pela Paula Pimenta)! Adorei conhecer a Camila e achei que ela é uma garota legal, com personalidade forte e que luta por seus objetivos. Nesse conto não tem nada de #mimimi; quando Camila percebe que na verdade ela não gosta de Willian, o garoto popular da sala, mas sim de Pedro, seu melhor amigo, ela simplesmente vai em busca daquilo que seu coração deseja. Essa foi a característica que mais gostei na Camila, ela não fica enrolando, ela simplesmente vai em busca de seus sonhos!

Antes do conto em questão nunca havia ouvido falar a respeito da Patrícia Barboza, porém, agora estou mais do que curiosa para ler mais histórias escritas por ela. Alguém aí conhece alguma?

É isso por hoje minhas amorinhas!

Muitos beijinhos

e fim!

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)