16jun

DIY | Marcador de livros inspirado em Como eu era antes de você

16 de junho de 2016…

Parecia tanto tempo até a chegada desse dia…

E de repente…

O DIA CHEGOU!

BOOOOM DIIIIIIA MINHA MENINAS!

Para quem não está entendendo nada, calma que eu explico já! Hoje é o dia da estréia mundial da tão aguardada adaptação cinematográfica do livro Como eu era ante de você! #todagritaaaa

Não tô me aguentando de tanta empolgação, sério! Haha

E no vídeo de hoje eu não poderia deixar de comentar a respeito desse assunto né… Nesse DIY vocês vão aprender a fazer um marcador de livros inspirado no filme Como eu era antes de você, espero muito que gostem porque esse vídeo foi realmente muito difícil de ser colocado no ar pelos seguintes motivos:

  1. Estraguei o primeiro DIY antes de acabar a gravação do vídeo e por isso acabei tendo que regravar grande parte do vídeo outra vez.
  2. Devido ao sono excessivo (haha) acabei deixando passar um belo de um erro de edição no vídeo e por isso tive que arrumar a edição e depois subir o vídeo novamente para o Youtube :/

Portanto me dêem um jóinha vai! Haha… Para conferir esse DIY é só dar o play!

DaOPlay1

E pra quem ainda não assistiu a resenha que fiz sobre esse livro, o vídeo está aqui:

E aqui seguem também alguns wallpapers de celular especiais relacionados ao filme que eu já havia postado:

WallpaperUhlalaCelular-576x1024-MeBeforeYou3 WallpaperUhlalaCelular-576x1024-MeBeforeYou1 WallpaperUhlalaCelular-576x1024-MeBeforeYoou2

E por hoje é só, espero que tenham gostado do DIY e dos vídeos relacionados a adaptação!

Se vocês já tiverem assistido me contem nos comentários!

Muito obrigada por sempre me acompanharem por aqui…

E fim!

 

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

19nov

Vídeo: resenha do livro O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares

PeregrineCapaPost

Olá leitoras queridas e amadas, tudo bem com vocês?

Espero que a semana de vocês esteja sendo maravilhosa!

Se vocês passaram aqui pelo blog ontem vocês devem ter percebido que o Uhlala ficou fora do ar por uma boa parte do dia. Felizmente, tanto o pessoal da Difluir, que são os responsáveis pela programação do blog, quanto o pessoal da Prelude, que cuidam da hospedagem do Uhlala, foram super rápidos em responder meus emails e resolver o problema do blog fora do ar. Muito obrigada!

Blog fora do ar me deixa com dor de estômago haha…

E como o post não pôde vir ontem, ele veio hoje :)

No vídeo de hoje vocês vão conhecer um pouquinho sobre um dos meus maiores desafios literários da vida: ler um livro inteirinho em outra língua. Deu um trabalho do cão, mas eu consegui!

Vamos-ver-

Páginas: 353 (em inglês) I Editora: Leya Brasil I Nota: 3/5

O vídeo acabou ficando muito mais longo do que eu gostaria, geralmente gosto de deixar as resenhas com no máximo 6 minutos (sou cheia das manias né?!), mas dessa vez realmente não deu já que esse livro rendeu muito assunto! Além disso também queria dividir com vocês fatos sobre minha experiência com livros em inglês e aí já viu né haha…

E por hoje é só, espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho mais sobre esse livro!

Muito obrigada por sempre me acompanharem por aqui,

e fim!

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

31dez

Resenha do livro “Para onde ela foi”

ResenhasCapaNova

Olá meninas, tudo bem por aí?

 Yaayyyy, estou suuuper feliz que o último post desse ano será uma sobre um dos meus assuntos favoritos da vida; livros!

Siiim, o post de hoje é uma resenha do último livro que li: Para onde ela foi, escrito por Gayle Forman (sei que parece nome de homem – ao menos para mim parece – mas a autora é uma mulher), e publicado aqui no Brasil pela editora Novo Conceito. Esse livro é a continuação do livro Se eu ficar (já fiz resenha dele aqui).

 Já de cara confesso que esse livro foi minha maior surpresa do ano! Isso porque quando terminei de ler o primeiro livro da série (Se eu ficar), acabei me decepcionando um pouco por conta daquilo que já disse anteriormente em minha resenha: pela maneira como o primeiro livro foi escrito, alternando a história entre o passado e o futuro, não dando assim margem para a construção de personagens mais profundos, não foi possível que eu me “apaixonasse” pelo enredo.

Uhlala30DeDez1

Por conta de não ter gostado tanto do primeiro livro acabei ficando um pouco indecisa se deveria ou não continuar a leitura, mas no final das contas decidi que deveria dar mais uma chance a autora, e adivinhem?! Essa foi minha melhor escolha, AMEI a continuação dessa história! <3

Segue aqui a sinopse da história (isso é o que está escrito no verso do livro então não são spoilers se você já tiver lido o primeiro livro. Caso não tenha lido ainda sugiro que pare por aqui…) :

Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor… Você aceitaria? Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.

Uhlala30DeDez2

Mas como pode a pessoa não ter simpatizado tanto assim com o primeiro volume, mas ter se apaixonado pelo segundo, sendo que ambos se tratam da mesma história?

Minha explicação para isso está na maneira como o livro foi montado. No livro Se eu ficar, existe uma intercalação contínua entre a vida passada de Mia, seu bom relacionamento com sua família e seu namorado Adam, e a vida atual de Mia na UTI após o grave acidente responsável pela morte de seus familiares. Por conta desse vai e vem todo, na minha opiniãoacaba não sendo possível o surgimento de uma maior proximidade entre o leitor e os personagens do livro.

Entretanto, o segundo livro, diferentemente do primeiro, que é contado sob a perspectiva de Mia, é contato através do olhar de Adam, o namorado de Mia. Nesse livro, também existe um certo vai e vem na história, certas vezes a autora intercala algum acontecimento passado da vida dos personagens ao presente, porém, dessa vez, ela faz isso de forma muito mais suave e sutil, não gerando assim nenhuma quebra muito brusca na continuidade da história. Para mim, esse segundo livro mostra de forma muito mais profunda e intensa a relação que existiu entre Mia e Adam, e, por isso, conseguiu me transmitir muito mais emoção do que o primeiro livro.

Uhlala30DeDez4

E depois do segundo livro posso dizer com certeza que me apaixonei pela história; sofri junto com Adam ao perceber a destruição causada pela ausência de Mia em sua vida, sofri ao ver Mia sofrendo por sua incalculável perda, sofri por temer que eles nunca mais se reencontrassem… Mas mesmo após tanto sofrimento posso dizer que a história foi incrível e me proporcionou maravilhosas e intensas horas de leitura! <3

Uhlala30DeDez3

Quanto a leitura propriamente dita do livro, posso dizer que, assim como no primeiro, ela é bem leve e flui facilmente. Li o livro todo em menos de dois dias: comprei e comecei a leitura no sábado, e terminei no domingo. E estou sofrendo até agora por que acabou =(

Minha única crítica ao livro é quanto ao design de sua capa. Achei que apesar de terem utilizado a mesma tipografia em ambos os títulos, e também a mesma escala de cores nas duas capas, quase não dá para dizer que um é continuação do outro porque na capa do primeiro está a atriz que representa Mia no filme (Chloe Moretz), e na capa do segundo está a foto de uma garota desconhecida olhando para o além (?)… Juro que não entendi essa capa, espero que lancem uma outra versão que “converse” mais claramente com a versão da capa do primeiro livro.

A última coisa que gostaria de dizer é que não sou crítica estudada no assunto nem nada, essa é apenas minha opinião sobre como me senti lendo ambos os livros.

E pronto, sobre o livro é só isso.

Só para não passar em branco gostaria de dizer que 2014 foi um ano maravilhoso e muito abençoado em minha vida! Desejo a todas um feliz ano novo e que 2015 seja um ano repleto de Deus e muitas bênçãos para todas nós! <3

Adeus 2014, e seja bem vindo 2015!

E fim,

até ano que vem! <3

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

22out

Resenha do livro “Belo Desastre”

ResenhasCapaNova

uhlala18deout6

Olá meninas, tudo bem por aí? =)

 Siiiiim, hoje é dia de resenha, uhuuuul!

Há mais ou menos 30 anos uma amiga minha me emprestou esse livro pois ela disse que havia lido e gostado muito. No entanto, como acabei não gostando da capa dele (me julguem, eu decido se vou ou não ler o livro de acordo com a capa), acabei enrolando pra começar a ler. Mas foi então que passados uns dois meses dele aqui na minha estante (eu demoro mas devolvo! haha), resolvi finalmente parar de ser besta e começar a ler o livro de uma vez. E adivinhem… nunca me arrependi tanto de não ter começado a ler um livro antes! O livro tem uma história super leve (em termos né haha) e é simplesmente um delícia de ler! Aprovado, aprovado e aprovado!

Vamos a resenha dele?

uhlala18deout7

O livro “Belo Desastre” escrito por Jamie McGuire e publicado pela editora Versus, conta a história de Abby Abernathy, uma garota comum como qualquer outra, exceto por seu passado sombrio que ela fez questão de deixar para trás quando decidiu mudar-se de cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade.

Entretanto, apesar de sua vontade de se distanciar de tudo o que deixara para trás, Abby tem seu recomeço ameaçado por Travis Maddox, o bad boy da faculdade.

Travis Maddox, o garotão sedutor que ganha a vida em lutas no porão da faculdade, é simplesmente o pacote completo de tudo aquilo que Abby deveria evitar. Deveria…

Intrigado com a insistência de Abby em resistir a seu charme, Travis a atrai com uma aposta: se ele perder, terá de ficar sem sexo durante um mês; se ela perder, ela deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. E é a partir daí que se inicia uma relação confusa e conturbada que pode levar ambos (e nós leitores) a loucura!

uhlala18deout1

uhlala18deout9

O que vocês acharam da história?

Já vou dizendo que se você estiver procurando uma história super educativa e informativa, você certamente não vai gostar desse livro; pois, inicialmente, eu mesma achei a história uma pouco dramática demais (e ela continuou dramática eternamente haha). Porém, se você, assim como eu, também ama um bom romance, esse é o livro certo pra você!

Gostei tanto da história e dos personagens que agora estou lendo o mesmo livro, só que dessa vez contado através da narrativa do Travis e publicado com o nome “Desastre Iminente”.

uhlala18deout3

SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIMMMMMMMMMM!!!! ISSO NÃO É SIMPLESMENTE GENIAL??????????!!!!!!! Afinal, toda a história tem duas versões, uma de cada lado. Amei poder descobrir não apenas o que a Abby pensava, mas também o que Travis pensava sobre tudo! Ah, e detalhe que esse livro tem continuação! Mau posso esperar para começar a ler o “Belo Casamento”.

uhlala18deout4

uhlala18deout5

Muito obrigada por essa história incrível Jamie! Eu simplesmente não sei como vou continuar sobrevivendo sem a Abby e o Travis no meu dia-a-dia =( #dramaqueen

E muito obrigada pela indicação, empréstimo e paciência Andressa! Amei o livro loucamente! haha

Mil beijinhos,

e fim!

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)