21jul

Harry Potter e O Cálice de Fogo #LeituraColetiva #4 #NuvememHogwarts

Olá meninas, olá quinta-feira linda!

Tudo bem com vocês?!

No vídeo de hoje vocês vão assistir a mais um vídeo do projeto #NuvememHogwarts, um projeto de leitura coletiva organizado pela Jú do blog/canal Nuvem Literária. Aiiii nem acredito que já estamos lendo o quinto livro da série, parece que as leituras passaram tão rápido! Seria estranho se eu dissesse que quanto mais eu leio Harry Potter, mas eu quero ler? Haha

Tem sido muito bacana reviver tantos sentimentos da minha infância relacionados a história enquanto estou lendo os livros. Espero que estejam gostando dessa série e dessas resenhas!

DaOPlay1

Título: Harry Potter e o Cálice de Fogo | Série: Harry Potter | Autora: J.K. Rowling | Categoria: Fantasia | Editora: Rocco | Páginas: 704 | Nota:3/5

Sobre o livro Harry Potter e o Cálice de Fogo

“Verão, Harry Potter, agora com 14 anos, sente sua cicatriz arder durante um sonho bastante real com Lord Voldemort, o qual não consegue esquecer; três dias depois, já em companhia da família Weasley, com quem foi passar o restante das férias, na final da Copa Mundial de Quadribol, os Comensais da Morte, seguidores de Você Sabe Quem, reaparecem e alguém conjura a Marca Negra o sinal de Lord Voldemort projetando-a no céu pela primeira vez em 13 anos, causando pânico na comunidade mágica. Será que o terrível bruxo está voltando? Tudo indica que sim…

O ano letivo já começa agitado. Harry volta para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts para cursar a quarta série. Acontecimentos inesperados como, por exemplo, a presença de um novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas e um evento extraordinário promovido na escola alvoroçam os ânimos dos estudantes. Para surpresa de todos não haverá a tradicional Copa Anual de Quadribol entre Casas, que será substituída pelo Torneio Tribuxo, uma competição amistosa entre as três maiores escolas europeias de bruxaria Hogwarts, Beauxbatons e Durmstrang que não se realizava havia um século. A competição é dividida em tarefas, cuja finalidade é testar a coragem, o poder de dedução, a perícia em magia e a capacidade de enfrentar o perigo dos campeões.

Apesar de alunos menores de 17 anos não poderem se inscrever no Torneio, inexplicavelmente Harry é escolhido pelo Cálice de Fogo, um grande copo de madeira, toscamente talhado, cheio até a borda com chamas branco azuladas, para competir como um dos campeões de Hogwarts. Tendo a seu lado os fiéis amigos Rony Weasley, Hermione Granger e agora também o seu padrinho, o bruxo Sirius Black, que fugiu de Azkaban no ano anterior, o menino feiticeiro tentará escapar mais uma vez das armadilhas do Lorde das Trevas.

Além de todos os desafios, feitiços a serem aprendidos, poções a serem preparadas e aulas de Adivinhação, entre outras, a serem assistidas, Harry terá que lidar ainda com os problemas comuns da adolescência: amor, amizade, aceitação e rejeição. Harry Potter e o Cálice de Fogo é o tipo de livro que fascina, encanta, surpreende e prende a atenção até o último segundo o quarto livro de uma saga recomendada para todas as idades.” 

Minha resenha escrita

Como de costume, a história se inicia com Harry passando as férias de verão na tão desagradável casa dos Dursley. Tudo corre normalmente na residência Dursley, até que certa noite Harry acorda sobressaltado com uma dor terrível em sua cicatriz após um pesadelo muito realista e apavorante com Você Sabe Quem. Esse acontecimento acaba deixando Harry muito nervoso, porém, para sua alegria, Harry logo se distrai dessa preocupação quando “recebe” a permissão do tio Dursley para ir passar o resto das férias na casa dos Weasley e acompanha-los a final da Copa Mundial de Quadribol, um evento bruxo de grande porte. 

Ao lado de seus melhores amigos e empolgadíssimo com a perspectiva de assistir os jogos de seu esporte favorito, Harry logo se distrai de suas antigas preocupações pronto para muitas diversões com os amigos. Porém, após a grande final entre Bulgária e Holanda, algo inesperado e perturbador acontece; a marca negra, símbolo de Voldemort é conjurada no céu, gerando assim um enorme tumulto entre os bruxos em geral, obrigando Harry a se lembrar de seus antigos e temidos pesadelos e de que talvez este não venha a ser uma ano comum…

Após o susto na Copa Mundial de Quadribol e uma breve temporada da na Toca dos Dursley, logo recomeçam as aulas em Hogwarts, dando início a uma nova temporada de aulas e novas emoções. A grande novidade do ano é que Hogwarts será a sede do Torneio Tribruxo, um grande evento que não acontecia a cerca de um século e que reunirá duas outras grandes escolas europeias além de Hogwarts; Durmstrang e Beauxbatons.

No Torneio Tribuxo é escolhido um aluno representante de cada escola para entrar em uma competição que é dividida entre três tarefas com a finalidade de testar, em vários aspectos, as habilidades dos campeões de cada escola, bem como edificar vínculos dentre os jovens bruxos de nações distintas. Entretanto, o que muitos não sabiam, é que muitas vezes as provas realizadas nos Torneios superavam as habilidades dos participantes e o “cuidado” das escolas organizadoras, e por várias vezes acabavam deixando participantes mortos ao longo da realização das provas. O passado obscuro desse Torneio, cuja taxa de mortalidade dos participantes não parava de aumentar, tornou inevitável a criação de novas regras para o norteamento do evento, dentre elas foi deliberado que nenhum bruxo com menos de 17 anos conseguiria se inscrever. E isso explica a tamanha surpresa da maioria dos bruxos quando além Cedrico Diggory, eleito o representante de Hogwarts, Vítor Krum, eleito o representante da Durmstrang, e Fleur Delacour, eleita a representante de Beauxbatons, Harry Potter fora o quarto bruxo escolhido pelo Cálice de Fogo para participar do Torneio.

E dessa forma inicia-se o quarto ano em Hogwarts, um ano repleto de medos e incertezas, e no qual a presença de Você Sabe Quem se torna cada vez mais real. E aos 14 anos, além de suas preocupações com o possível retorno do Lorde das Trevas, com os deveres da escola e com a rejeição dos colegas, Harry, já adolescente, tem também as preocupações inerentes a idade e com uma linda garota que teima em não sair de seus pensamentos.    

E por hoje é só, muito obrigada por sempre me acompanharem por aqui, ótimas leituras a todas!

E fim!

   

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

Deixe seu comentário