31dez

Resenha do livro “Para onde ela foi”

ResenhasCapaNova

Olá meninas, tudo bem por aí?

 Yaayyyy, estou suuuper feliz que o último post desse ano será uma sobre um dos meus assuntos favoritos da vida; livros!

Siiim, o post de hoje é uma resenha do último livro que li: Para onde ela foi, escrito por Gayle Forman (sei que parece nome de homem – ao menos para mim parece – mas a autora é uma mulher), e publicado aqui no Brasil pela editora Novo Conceito. Esse livro é a continuação do livro Se eu ficar (já fiz resenha dele aqui).

 Já de cara confesso que esse livro foi minha maior surpresa do ano! Isso porque quando terminei de ler o primeiro livro da série (Se eu ficar), acabei me decepcionando um pouco por conta daquilo que já disse anteriormente em minha resenha: pela maneira como o primeiro livro foi escrito, alternando a história entre o passado e o futuro, não dando assim margem para a construção de personagens mais profundos, não foi possível que eu me “apaixonasse” pelo enredo.

Uhlala30DeDez1

Por conta de não ter gostado tanto do primeiro livro acabei ficando um pouco indecisa se deveria ou não continuar a leitura, mas no final das contas decidi que deveria dar mais uma chance a autora, e adivinhem?! Essa foi minha melhor escolha, AMEI a continuação dessa história! <3

Segue aqui a sinopse da história (isso é o que está escrito no verso do livro então não são spoilers se você já tiver lido o primeiro livro. Caso não tenha lido ainda sugiro que pare por aqui…) :

Se você tivesse uma segunda chance para o primeiro amor… Você aceitaria? Já faz três anos que o amor de Adam salvou Mia após o acidente que mudou a vida dela. Três anos desde que Mia saiu da vida de Adam para sempre. Vivendo agora em lados opostos do país, Mia é um talento em ascensão na Juilliard, a conceituada escola de música, e Adam é o típico astro do rock de Los Angeles, com direito a notícias nos tabloides e uma namorada-celebridade. Quando Adam se vê sozinho em Nova York, o acaso reúne o casal mais uma vez. Por uma noite. Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa de esperança e a chama do amor que renasce.

Uhlala30DeDez2

Mas como pode a pessoa não ter simpatizado tanto assim com o primeiro volume, mas ter se apaixonado pelo segundo, sendo que ambos se tratam da mesma história?

Minha explicação para isso está na maneira como o livro foi montado. No livro Se eu ficar, existe uma intercalação contínua entre a vida passada de Mia, seu bom relacionamento com sua família e seu namorado Adam, e a vida atual de Mia na UTI após o grave acidente responsável pela morte de seus familiares. Por conta desse vai e vem todo, na minha opiniãoacaba não sendo possível o surgimento de uma maior proximidade entre o leitor e os personagens do livro.

Entretanto, o segundo livro, diferentemente do primeiro, que é contado sob a perspectiva de Mia, é contato através do olhar de Adam, o namorado de Mia. Nesse livro, também existe um certo vai e vem na história, certas vezes a autora intercala algum acontecimento passado da vida dos personagens ao presente, porém, dessa vez, ela faz isso de forma muito mais suave e sutil, não gerando assim nenhuma quebra muito brusca na continuidade da história. Para mim, esse segundo livro mostra de forma muito mais profunda e intensa a relação que existiu entre Mia e Adam, e, por isso, conseguiu me transmitir muito mais emoção do que o primeiro livro.

Uhlala30DeDez4

E depois do segundo livro posso dizer com certeza que me apaixonei pela história; sofri junto com Adam ao perceber a destruição causada pela ausência de Mia em sua vida, sofri ao ver Mia sofrendo por sua incalculável perda, sofri por temer que eles nunca mais se reencontrassem… Mas mesmo após tanto sofrimento posso dizer que a história foi incrível e me proporcionou maravilhosas e intensas horas de leitura! <3

Uhlala30DeDez3

Quanto a leitura propriamente dita do livro, posso dizer que, assim como no primeiro, ela é bem leve e flui facilmente. Li o livro todo em menos de dois dias: comprei e comecei a leitura no sábado, e terminei no domingo. E estou sofrendo até agora por que acabou =(

Minha única crítica ao livro é quanto ao design de sua capa. Achei que apesar de terem utilizado a mesma tipografia em ambos os títulos, e também a mesma escala de cores nas duas capas, quase não dá para dizer que um é continuação do outro porque na capa do primeiro está a atriz que representa Mia no filme (Chloe Moretz), e na capa do segundo está a foto de uma garota desconhecida olhando para o além (?)… Juro que não entendi essa capa, espero que lancem uma outra versão que “converse” mais claramente com a versão da capa do primeiro livro.

A última coisa que gostaria de dizer é que não sou crítica estudada no assunto nem nada, essa é apenas minha opinião sobre como me senti lendo ambos os livros.

E pronto, sobre o livro é só isso.

Só para não passar em branco gostaria de dizer que 2014 foi um ano maravilhoso e muito abençoado em minha vida! Desejo a todas um feliz ano novo e que 2015 seja um ano repleto de Deus e muitas bênçãos para todas nós! <3

Adeus 2014, e seja bem vindo 2015!

E fim,

até ano que vem! <3

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

Deixe seu comentário