31ago

Resenha do livro “Se eu ficar”

ResenhasCapaNova

uhlala30deago15

Olá meninas, tudo bem com vocês?

Sim, sim, sim, hoje é dia de resenha! Tem bastante tempo que não publico nenhuma resenha literária por aqui não é mesmo? Não, eu não parei de ler, só tinha parado com as resenhas por um tempinho mesmo. Mas isso tem alguns bons motivos: estava lendo a trilogia da “Seleção”, e quando leio esse tipo de livro prefiro ler todos antes de contar a história e dar minha opinião para vocês. Além disso, nesse intervalo de tempo também li o primeiro livro de “Guerra dos Tronos”, que é um livro beeem extenso e complicadinho de ler, e que por isso, também é bem complicado de resenhar de maneira adequada. Mas ainda pretendo fazer uma resenha desse livro sim!

Porém, a resenha de hoje é de um outro livro que acabei de ler, “Se eu ficar” escrito por Gayle Forman, e publicado aqui no Brasil pela editora Novo Conceito. Resolvi começar a ler esse livro pela indicação da amiga Andressa, e também pelo fato de que esse livro virou filme, e, geralmente, os livros só ganham sua adaptação para o cinema quando são muito bons. Pelo menos é assim que eu penso e na maior parte das vezes acerto haha. Bom, mas chega de falar tanto, vamos ao que interessa!

Ah, e mais uma coisa, como a história do livro é um pouco pesada resolvi fazer umas fotos num estilo que combinasse com o astral do livro; e, considerando-se que fiz as fotos sozinha, até que gostei do resultado. Espero que gostem também!

uhlala30deago1

uhlala30deago2.1

O livro conta a história de Mia uma garota americana comum que tem três grandes paixões em sua vida: sua família, seu namorado e a música. Aliás, durante todo o livro é possível perceber o quanto a vida de Mia é influenciada pela música. A autora com certeza deve entender muito sobre esse assunto pois são citados vários detalhes bem específicos sobre o assunto durante a história. Bom, mas continuando haha… Certa manhã Mia e sua família saem para um passeio de carro que deveria ser tranquilo, exceto pelo fato de que eles sofrem um grave acidente pelo caminho. Não, isso não é um spoiler, não se preocupem pois eu não faria isso (não curto quando me dão spoilers sobre algum livro que estou lendo ou que quero ler, por isso não faço isso com os outros haha). Essa informação é dada já na resenha do próprio livro mesmo, e esse acontecimento se passa já no comecinho da história.

uhlala30deago3

uhlala30deago4

O livro todo se passa apenas em um dia, não é dividido em capítulos, mas sim em horas mesmo, e vai mostrando tudo o que acontece nesse dia dentro da UTI. Além disso, à essas 24 horas na UTI, são intercaladas histórias diferentes sobre a vida de Mia com sua família, sobre seu relacionamento intenso com Adam, seu namorado, e também sobre sua paixão pela música clássica. Portanto, a narrativa do livro se alterna entre o acontecimento presente, que é Mia na UTI, e os acontecimentos de sua vida passada com todas as pessoas que ama. Essa narrativa alternada no tempo presente/passado é bem diferente e fora do comum (pelo menos nos livros que costumo ler né), e com certeza não deve ter sido fácil para a autora escrever; porém sob meu ponto de vista, posso afirmar que ela conseguiu fazer isso com um louvor indescritível. As informações ficaram organizadas, e apesar de inicialmente ter me causado certa estranheza, em momento algum fiquei confusa por não ter entendido algo ou coisa assim. É um livro simples e direto e sem muitas complicações, e se você tiver um dia inteiro livre, é tempo suficiente para lê-lo todinho de uma vez só.

uhlala30deago5.1

uhlala30deago7

Bom, dito isso, vamos a minha opinião sobre a história! Se você não leu ainda mas tem a intenção, sugiro que você pare aqui pois as próximas frases conterão vários spoilers.

Atenção spoilers…

Atenção spoilers…

Atenção spoliers…

Se não leu ainda e não quer saber o que acontece pare agora!

Eu avisei…

uhlala30deago14

A história em si é muito boa e interessante. Mostra uma hipótese de como se comportaria “o espírito” vamos dizer assim, de uma pessoa que se encontra entre a vida e a morte. Por várias vezes durante a leitura do livro fiquei pensando se realmente não seria assim na vida real; será que o espírito das pessoas que se encontram nessa situação entre vida e morte também ficam ali assistindo a tudo que se passa com seu corpo até que consigam se decidir se desejam permanecer vivos ou não? Vai saber né… haha

Enfim, como já disse a história é muito boa e essa narrativa alternada entre o passado e o futuro da margem a uma incrível adaptação do livro para os cinemas, no entanto, esse tipo de narrativa acabou não permitindo um aprofundamento mais intenso em cada personagem. Acho que não houve tempo suficiente para me apegar ao enredo da história, pois falavam apenas um pouco de cada um em cada partezinha do livro.

uhlala30deago12

Além disso, nesse livro tudo já havia acontecido no passado (a história com Adam, as situações vividas com os pais e o irmão…) e isso não dá margem a dúvidas futuras, exceto por duas delas; a crucial e que representava o ápice da história: se ela decidiria continuar vivendo ou se partiria desse mundo; e a outra que era se seu irmão ainda estaria vivo ou não. E isso acabou me tirando um pouco do “frio na barriga” entendem?

uhlala30deago13

Confesso que esperava demais desse livro, e por isso acabei me decepcionando um pouco com ele exatamente pelo fato de que amo quando me apego aos personagens, quando me alegro ou sofro por eles (quem aí não chorou pela Prim de Jogos Vorazes vai?); mas ao mesmo tempo li o livro em pouquíssimo tempo, pois apesar de não ter me apegado a ele, ainda assim a autora conseguiu captar minha atenção de forma excepcional.

O livro é um best-seller do New York Times, porém se você ainda não tiver lido mas estiver com vontade, não me leve em consideração. Essa foi minha opinião sobre ele, pois, como disse, gosto quando consigo me aproximar mais dos personagens e mergulhar profundamente no universo deles. Quando estou lendo um livro que consegue fazer isso por mim, eu praticamente viro o próprio personagem e começo a pensar como ele em várias situações do meu dia-a-dia. E eu simplesmente amo quando isso acontece. É raro, mas acontece.

E fim!

Ótimo domingo pra todo mundo! <3

Acompanhe o blog nas redes socias:

Instagram Facebook Twitter Youtube

Se inscreva no canal do blog Uhlala =)

Deixe seu comentário

Comentários

1 comentário